Fique ligado!

Coordenador de Vigilância da Fiocruz diz que Rio vive epidemia de chikungunya

Sem eufemismo. A palavra é desagradável mesmo. Para o infectologista Rivaldo Venâncio, pesquisador e coordenador de Vigilância em Saúde e Laboratórios de Referência da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o Estado do Rio de Janeiro vive uma epidemia de chikungunya. O médico chegou à conclusão sobre a intensa infestação dessa doença transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti (o mesmo da dengue) ao analisar números da Secretaria estadual de Saúde. Na comparação dos períodos de janeiro a maio deste ano com o anterior, houve um aumento de 446,5%, correspondente a uma incidência 5,5 vezes maior da doença: foram 2.600 casos em 2017 contra 14.209 em 2018. “Esse aumento substancial de uma doença nova na região Sudeste configura, sim, uma epidemia”, avalia o especialista.

 

-Cuidado!

 

Fonte: www.jb.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: