Fique ligado!

13,3% já usam poupança para cobrir despesas do dia-a-dia

img_797x448$2018_07_23_19_43_27_25727Mesmo em meio à aridez do mercado de trabalho no Brasil, que na atual crise já soma 13,2 milhões de pessoas desempregadas segundo dados oficiais, as contas continuam a chegar (e a vencer) e é preciso ir tirar o dinheiro da poupança ou de outras reservas (aquele pé de meia para um momento de dificuldade). Pois 13,3% dos brasileiros que têm alguma reserva já a estão queimando para pagar as contas do dia a dia. O dado consta da pesquisa Sondagem do Consumidor, divulgada ontem pelo Ibre/FGV (Instituto Brasileiro de Economia, da Fundação Getulio Vargas). O percentual é referente a junho – os dados de julho estão programados para ser divulgados hoje. A parcela já foi maior neste ano (em março chegou a 14,1%), e chegou até a um leve recuo em abril (para 12,9%), mas desde então vem crescendo. A situação é mais complicada, como se poderia supor, entre os mais pobres: entre quem ganha até R$ 2,1 mil, 8,2% usaram reservas para despesas e 15,1% se declararam endividados. No outro extremo, entre os ganham acima de R$ 9,6 mil, 16,1% usaram as economias próprias, mas apenas 3,7% tinham dívidas.

Pessimismo

O brasileiro ficou mais pessimista em junho tanto sobre a situação atual da economia (71,8 pontos, menor nível desde setembro de 2017) quanto para os próximos meses (90 pontos, menor nível desde agosto de 2017).

Sobre a situação financeira no momento, o indicador do IBRE/FGV apontou um recuo para 66,8 pontos (dado mais baixo desde outubro de 2017).

Desemprego

O mercado de trabalho não dá sinais de uma reação significativa no futuro próximo: na sexta-feira (20), dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) mostraram que junho terminou com 661 postos de trabalho a menos – marcando o primeiro desempenho negativo na criação de empregos com carteira assinada neste ano.

O resultado do mês passado é um agravamento da situação vista em maio – quando houve geração líquida de 33.659 empregos (número mais fraco do ano até então).

– A crise está feia.

Fonte: Jornal Destak

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: